Feminicídio é registrado em Paracatu; homem é preso e confessa assassinato da esposa

Principal suspeito foi flagrado com a roupa suja de sangue e confessou o crime após entrar em contradições. Ciúmes pode ser uma das causas.


Por MG1 em 10/09/2019 às 10:55 hs

Feminicídio é registrado em Paracatu; homem é preso e confessa assassinato da esposa
Homem foi preso pela Polícia Rodoviária Federal minutos após cometer o crime — Foto: PRF/divulgação

Uma mulher de 33 anos foi morta na noite desta segunda-feira (9) em Paracatu, região Noroeste de Minas Gerais. Segundo informações da Polícia Militar (PM), o principal suspeito é o marido dela, de 31 anos, que foi preso e confessou o crime.

Após a polícia receber uma denúncia, a vítima foi encontrada morta em casa, caída no sofá, com afundamento no crânio. O Corpo de Bombeiros foi acionado e confirmou a morte. Na casa foram apreendidos um martelo e um pé de cabra.

Ainda segundo o boletim de ocorrências, o homem fugiu pela BR-040 sentido Paracatu-João Pinheiro.

Ele foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) que constatou que o veículo estava com o licenciamento vencido. Ao consultar o nome, as autoridades detectaram que ele ela procurado. O suspeito foi levado para a delegacia de Polícia Civil.

A PM informou ainda que o homem estava com as roupas sujas de sangue e, inicialmente, disse que tinha matado um porco.

No entanto, ele entrou em contradição e acabou confessando. Aos policiais, o marido falou que matou a mulher por ciúmes. Os detalhes das circunstâncias não foram informados.

Foi constatado que o homem já tinha um registro de prisão por tentativa de estupro. Agora, a Polícia Civil abrirá inquérito, enquanto ele segue preso. A pena de feminicídio varia entre 12 e 30 anos.



Deixe seu Comentário


 topo

Seja visto por centenas de pessoas diariamente

Cadastre-se agora mesmo em nosso guia comercial, conheça agora mesmo nossos planos !